Um Aventureiro por Uma Aventureira!


Olá Aventureiro(a)!
Nos últimos dias estive me comunicando por email com Carla Nogueira dona do

blog Expedição Andando por ai.
Carla, Elio e Carlos estiveram viajando por vários países da América do sul, como:
Brasil, Argentina, Uruguai, Chile e Bolívia.
Então pedi para que ela, sendo de fato uma Aventureira, que fizesse um texto nos contando
“como é ser um aventureiro?” e “porque ser um aventureiro?”.
Bem...
Ela fez bem mais do que isto!
Sem mais delongas:


                                              http://expedicaoandandoporai.blogspot.com/

Será que ‘ser aventureiro’ nasce com a gente ou é um dom adquirido pela vida?


Dizem que somos espelho de nossos pais e que refletimos seus desejos e suas aspirações. Não acreditava nisso até bem pouco tempo atrás. Até ter o desejo de conhecer o que tinha além daquela montanha em frente a minha casa...


Quando eu era pequena, meu pai nos levava a vários passeios em família por lugares novos e exóticos. A sensação de viajar sem ter lugar certo para dormir foi um dos melhores espíritos aventureiros que herdei dele, assim como sair sem destino com uma barraca no porta-malas do carro. Mas o que mais impressiona foi herdar a coragem de sair de casa com o dinheiro contado... Isso sim é ser aventureiro!


Nos dias de hoje, aventurar-se por aí pode ser uma tarefa perigosa... Há tantas pessoas querendo tirar proveito das outras que a aventura pode virar um pesadelo de uma hora para outra, sem aviso prévio... E como escapar dessas furadas? É fácil, basta programar seu roteiro! Há muitas agências de turismo que fazem isso, mas cobram muito bem por seus serviços... Mas se você quiser ser um aventureiro de verdade, você mesmo deverá preparar seu roteiro, estudando cada passo a ser dado na viagem e prever todos os detalhes.


Não é difícil preparar o roteiro! Hoje com a internet aí ao alcance de todos, dá uma mãozinha em todos os aspectos, desde a escolha do destino até onde hospedar-se, bem como preços atualizados e dicas de outros aventureiros que já passaram pelo destino. Dá até para saber antecipadamente quanto vai se gastar pelo passeio inteiro e sair tranquilamente com o dinheiro previsto de casa.


Claro que sempre ocorrem alguns imprevistos e algumas furadas, mas não se aflija, pois são esses imprevistos que dão aquela apimentada na história que depois você vai contar para seus amigos e familiares. E a aventura fica ainda mais interessante!


Conhecer além das fronteiras e experimentar um destino com a língua mãe diferente do português exige um preparo maior. Mas nada que deva assustar a tal ponto de desistir. Aliás, isso torna a viagem mais excitante e prazerosa. Mas por que aventurar-se fora do país por conta própria? Conquista, superação, realização de sonhos, recompensa, persistência. E não é isso que nos dá forças para levantar todas as manhãs para viver?


Bom, não sei se eu nasci aventureira ou se adquiri esse dom pela passagem nessa vida, mas sei que agora será difícil eu mudar... Agradeço sempre que posso meu pai por me passar seus genes aventureiros e por aguçar minha vontade desde cedo.


E lembra daquela montanha em frente a minha casa? Descobri que na verdade ela era apenas um morro pequenino comparado a grandiosidade desse nosso país, com maravilhosas paisagens e destinos incontáveis. E também claro, da exuberante América do Sul, que encanta povos de todo canto do mundo e que eu ainda estou desbravando. Eu sei, a aventura está apenas começando.
E é nessa hora que desejo ainda mais andar por aí...




Carla Nogueira


Acesse: http://expedicaoandandoporai.blogspot.com/

1 comentários »

  • Carla e Élio said:  

    Ficou lindo João! Só pude ver agora pois estava em outra aventura! Acabei de fazer os Canions Itaimbezinho/Fortaleza e trilha do Rio do Boi no Rio Grande do Sul... Assim que der vou publicar o relato. Bjs e Obrigada!

  • Comente!