, ,

Diário de bordo - Bolívia - 3º,4º,5º dias


Santa cruz é uma cidade viva!

Buzinas, gritos, risadas, cheiros, paisagens...

Acordei de manhã e sai com Álvaro e Fabiola para ir caminhando até a feira das “siete calles”.

Fazia muito frio e ventava bastante.                                                                                 Após parar muitas vezes para retomar o folego, chegamos ate a colorida e animada feira das “siete calles” . Compramos algumas coisas, tirei fotos e experimentamos a típica bebida “Mocochinchi”. De lá saímos em direção a praça central de Santa Cruz, mas no meio do caminho um carro civil nos parou e o passageiro e o motorista mostraram supostas carteiras de policiais. Pediram nossos documentos, nos fizeram entrar no carro e nos interrogaram nos pediram todo o dinheiro que carregávamos e após uma “enrolação danada” fizeram questão de colocar todo o dinheiro em nossos bolsos e nos largaram em uma esquina qualquer. Mais tarde descobrimos que nos roubaram quase U$3000,00...

Resolvemos trocar de hotel, desta vez fomos para o hotel Las Américas (****).

Putos da vida e em outro hotel, almoçamos.
No outro dia fizemos algumas compras.

Dica: Não conte com a compra de equipamentos em Santa Cruz.

Comprei um quite básico de sobrevivência, com uma pederneira e um canivete por 270 Bolivianos e um filtro para a lente da minha maquina fotográfica por 15 dólares.

Alguns bolivianos não gostam que tirem fotos deles, ainda mais
quando estão com um saco de coca na frente.




Acordamos cedo e saímos de Santa Cruz com dificuldade pois o trânsito era infernal.
Subimos, com asfalto, até Samaipata e de lá em diante foi estrada de chão, no deserto com direito a poeira, cactos enormes e um desmoronamento que demorou 4h para ser liberado.

Ufa! Acabou?

Não.


Quase 7h, noite, nos dirigimos até Sucre em uma estrada em obras, com infinitas nuvens de poeiras que tampavam a visão, cachorros que apareciam do nada e freadas a beira de gigantescos precipícios.

Chegamos a Sucre somente às 1h da manhã, achamos um hotel e dormimos.





Como disse tia fá:

- A viagem tá ficando quente!






 
 
 
 
 
 
 
 

2 comentários »

  • Expedição Andando por aí... said:  

    João, não acredito no que li... Vcs foram 'assaltados' e não foram a polícia????? Não to acreditando... U$3000 é o dobro que gastamos em 10 dias no Peru mês passado! Estou indignada!!!!!
    Já não gostava de boliviano, agora ODEIO!
    Bjs
    Carla

  • Comente!