, ,

Diário de Bordo – Peru -16ª, 17ª e 18ª dias


O caminho para Puno era de ótimas condições, mas extremamente sinuoso. Voltas e mais voltas, subidas, decidas e curvas de 190 graus.

Infelizmente esse pesadelo durou o dia todo e uma boa parte da noite.


Alvaro, Bruno e Maira foram os que mais passaram mal. Sentiam ânsia de vomito, tontura e chegaram a ter alucinações.
Fomos recebidos em Puno por um frio forte e hotéis lotados, mas no final arrumamos um hotel e jantamos.


No outro dia saímos cedo para uma visita as famosas ilhas de Totora. Um local absurdamente turístico, mas extremamente bonito.






De Totora seguimos direto para Cusco. Um trecho demorado e confuso, mas muito belo.


















Dica: Comprar com antecedência os mapas dos respectivos países visitados e não confiar completamente nas informações passadas, pois podem variar em 200km.

Chegando em Puno, perdemos 2hs no transito maluco ate chegar a praça das armas.

No caminho, um dos carros pega fogo (nada muito grande). Averiguamos e chegamos a conclusão que se tratava de um pequeno curto circuito e seguimos até a hora em que um dos niveiros nos encontra e com ele uma anã com um sorriso simpático e dona de uma agencia de turismo, nós orienta para um estacionamento, depois um hotel e por fim fechamos um pacote com ela.


Bem... Rumo ao vale sagrado!

1 comentários »

  • mimi said:  

    oi jão
    tô curtindo muito visitar seu blog e aprender com as suas aventuras!

    beijão e parabéns
    *

  • Comente!