, ,

Blogagem Coletiva: Meus 7 Links

Fui convidado pela Carla Nogueira para participar da brincadeira “Meus 7 Links” que consiste basicamente em listar 7 postagens correspondentes a: mais bonita, mais popular, polêmica, útil, sucesso surpreendente, não reconhecida e a melhor (todos de acordo com o blogueiro).

Veja as regras aqui.





1.Seu post mais bonito:
*Fotos fodasticas!


2. Seu post mais Popular:
*Sorte? Oportunidade? Qualidade? Não sei não, mas sem esse não tinha blog!

3. Seu post que gerou mais discussão:
*Emocionante!

4. O post que ajuda mais gente:
*Eu tento...


5. O post que o sucesso te surpreendeu:
*Por ter um texto muuuuuiitoo longo achei que ninguém iria gostar, mas passou meses nas 4 postagens mais acessadas...



6. O post que não recebeu a atenção que deveria:
*Put@ Qu& P@#i)!!! Ralei no photoshop pra fazer essa!


7. O post que você tem mais orgulho:
*Meu 1º sorteio *-*!

Passo a brincadeira para:

Devamını oku...

,

Entrevista com Eduardo Spohr

Já faz alguns meses que me correspondo com Eduardo Spohr, autor de “A Batalha do Apocalipse”  e  “Filhos do Éden”. Como toda vez que digo “me correspondi” com alguém sai uma entrevista, pra dar uma variadinha, ta ai mais uma!

Eduardo Spohr, jornalista, escritor e  Nerdcaster começou vendendo “A Batalha”na internet, divulgando seu livro no famoso site JovemNerd.com e virou um ídolo de muitos que se autodenominam “Nerds”.

 



1)Escrever um livro de aventura é aventurar-se?
Viver já é uma aventura. E a grande aventura de nossas vidas é fazer aquilo que nos dá satisfação e felicidade, seguir o que acreditamos.

 2)O fato de você ter viajado muito influiu na hora de escrever a “A Batalha”?
Com certeza adiantou muito. Viajar é uma coisa maravilhosa, não apenas porque nos faz conhecer lugares novos, mas porque nos faz conhecer pessoas novas, outras culturas. Viajar ou morar em outro país ou mesmo em outro estado, ter contato com costumes diferentes, nos ajuda a entender e respeitar os outros.
3)Você acredita no que escreve?
Eu acredito na mensagem do que quero passar. A forma é secundária. Vc pode escrever sobre anjos, vampiros, robôs, não importa - no fundo a história, para funcionar, tem que ser uma metáfora para entender a natureza humana.
 4)Houve alguma pesquisa para escrever a batalha ou foi tudo resultado de suas viagens?
Sim, pesquisei muito em livros, filmes, internet. Mas realmente visitar um local é a melhor pesquisa q você pode fazer.
 6)O Apocalipse final matou a humanidade e celestiais*, mas e o plano etéreo? Foi afetado da mesma forma? E porque os deuses etéreos não aproveitaram o momento de crise pre-apocalíptico para se vingar das guerras etéreas (assim como a primeira versão da participação de lúcifer na guerra)?
O motivo pelo qual os deuses etéreos não entraram na batalha final será explicado nos próximos livros da série "Filhos do Éden" :-)
http://filosofianerd.blogspot.com/

Devamını oku...